sábado, 1 de outubro de 2011

As Palavras ( Othon Moacir Garcia)

As Palavras

As palavras são parte da dinâmica do mundo de símbolos que nos cerca. O texto a seguir-nos fala de sua importância fundamental para o pensamento e para a própria cultura.

Othon Moacir Garcia
Há alguns anos, o Dr. Johnson O'Connor, do Laboratório de Engenharia Humana, de Boston, e do Instituto de Tecnologia, de Hoboken, Nova Jersey, submeteu a um teste de vocabulário cem alunos de um curso de formação de dirigentes de empresas industriais (industrial executivos), os executivos. Cinco anos mais tarde, verificou que os dez por cento que haviam revelado maior conhecimento ocupavam cargos de direção, ao passo que dos vinte e cinco por cento mais “fracos” nenhum ocupariam igual posição. (Introdução)

Isso não prova, entretanto, que para vencer na vida, basta ter um bom vocabulário; outras qualidades se fazem, evidentemente necessárias. Mas parece não restar dúvida de que, dispondo de palavras suficientes e adequadas à expressão do pensamento de maneira clara, fiel e precisa, estamos em melhores condições de assimilar conceitos, de refletir, de escolher, de julgar do que outros cujo acervo léxico seja insuficiente ou medíocre para a tarefa vital da comunicação. (Desenvolvimento)

Pensamento e expressão são interdependentes, tanto é certo que as palavras são o revestimento das idéias e que, sem elas, é praticamente impossível pensar. Como pensar que “amanhã tenho uma aula às 8 horas”, se não prefiguro mentalmente essa atividade por meio dessas ou de outras palavras equivalentes? Não se pensa em vácuo. A própria clareza das idéias (se é que as temos sem palavras) será intimamente relacionada com a clareza e a precisão das expressões  que as traduzem. As próprias impressões colhidas em contato com o mundo físico, através da experiência sensível, são tanto mais vivas quanto mais capazes de serem traduzidas em palavras – e sem impressões vivas não haverá expressão eficaz. É um círculo vicioso, sem dúvida: “... nossos hábitos linguísticos afetam e são igualmente afetados pelo nosso comportamento, pelos nossos hábitos físicos e mentais normais, tais como  a observação, a percepção, os sentimentos, a emoção, a imaginação”. De forma que um vocabulário escasso e inadequado, incapaz de veicular impressões e concepções, mina o próprio desenvolvimento mental, tolhe a imaginação e o poder criador, limitando a capacidade de observar, compreender e até mesmo de sentir. “Não de diz nenhuma novidade ao afirmar que as palavras, ao mesmo tempo que veiculam o pensamento, lhe condicionam a formação. Há século e meio Herder já proclamava que um povo não podia ter uma idéia sem que para ela possuísse uma palavra” testemunha Paulo Rónai em artigo publicado no Diário de Notícias, do Rio de Janeiro, e mais tarde transcrito na 2ª edição de Enriqueça o seu vocabulário (Rio, civilização Brasileira, 1965), de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira.( Desenvolvimento)

Portanto, quanto mais variado e ativo é o vocabulário disponível, tanto mais claro, tanto mais profundo e acurado é o processo mental da reflexão. Reciprocamente, quanto mais escasso e impreciso, tanto mais dependentes estamos do grunhido do grunhido, do grito ou do gesto, formas rudimentares de comunicação capazes de traduzir apenas expansões instintivas dos primitivos, dos infantes e... dos irracionais. GARCIA, Othon Moacir. Comunicação em prosa moderna. (Conclusão)

E. educação. Rio de Janeiro, FGV, 1980.p. 155-6.

Síntese: Há alguns anos, o Dr. Johnson O'Connor, do Laboratório de Engenharia Humana, de Boston, e do Instituto de Tecnologia, de Hoboken, Nova Jersey, submeteu a um teste de vocabulário cem alunos de um curso de formação de dirigentes de empresas industriais (industrial executivos), os executivos
Frase Tese: Isso não prova, entretanto, que para vencer na vida, basta ter um bom vocabulário; outras qualidades se fazem, evidentemente necessárias
Isso: Pronome Demonstrativo
1. Observe as palavras destacadas nas frases abaixo. Trata-se de caso de impropriedade vocabular, ou seja, de palavras cujo significado não é adequado para o uso a que foram destinadas. Sua função é substituí-las por termos mais apropriado. Compare os seus resultados com os de seus colegas.
a) Os quatro rapazes sumidos na serra do Mar foram encontrados ontem.
 R=Desaparecidos
b) Num laboratório da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi achada uma célula capaz de retarda o desenvolvimento do câncer.
R= Foi descoberta
c) Muitos banhistas sofreram queimaduras de pele devida á violenta luz do sol.
R= Intensa
d) O time foi fazer uma excursão na Europa para que os jogadores ganhem mais vivência.
R=Experiência
e)Os parlamentares apresentaram sua intenção de investigar o caso.
R= Expuseram/propuseram
f)Os alunos das escolas estaduais terão aulas aos sábados para botar a programação em dia.
R= Atualizar
g)O futuro é enigmático.
R=Incerto/ duvidoso
h) Suas criticas são demasiadas.
R=Exageradas
i) Depois de negar várias vezes, o deputado repentinamente assumiu sua culpa.
R=Inesperadamente
j) Será implantada uma refinaria na Baixada Fluminense.
R= Instalada
k )A SUNAB ura divulgar a tabela de preço a ser implantada a partir de segunda-feira.
R= Vigorada/Ser seguida
l) A reunião marcada na terça-feira aconteceu com a presença de todos os ministros.
R= Realizada/realizou-se
2. Identifique a estrutura do texto.
1º Parágrafo – Introdução
2º e 3º Parágrafo- Desenvolvimento
4º Parágrafo- Conclusão
3. Quanto à tipologia textual, como pode ser classificado o 1º parágrafo?
O primeiro parágrafo é narrativo.
3.1 Por que é narrativo?
4. O texto é predominante dissertativo, descritivo ou narrativo?
Dissertativo, porque ele defende uma idéia.

Comentário do Texto

Elizabeth -Lendo a atividade, sentir certo grau de dificuldade em compreender o conteúdo; porém  seguindo as explicações da Prof.ª  Jacqueline pude adquirir o conhecimento sobre  introdução, desenvolvimento e conclusão. Hoje me sinto segura para  explicar o  que é uma frase síntese, uma frase principal de explanação,  uma frase secundária ,um pronome demonstrativo, no conteúdo  de um texto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário